quinta-feira, julho 06, 2006

6) Um comentário, certamente maldoso, sobre a evolução do patrimônio do presidente...

Bens de Lula dobram em 4 anos e passam de R$ 800 mil; petista é bem mais rico do que Alckmin

Eu realmente não sei por que Lula se dizia socialista até anteontem.
Se há alguém que não pode reclamar do capitalismo, é ele. Mesmo numa escala bem mais reduzida do que a de seu filho, Fábio Luiz da Silva (este, sim, um verdadeiro gênio), o homem é bom pra caramba nessa coisa de capitalismo selvagem.
Em quatro anos, seu patrimônio oficial dobrou: saltou de R$ 422,949,32 em 2002 para R$ 839.033,52, algo em torno de US$ 370 mil, o que é respeitável mesmo para um, como é mesmo?, “torneiro mecânico sem diploma” em países ricos.
Parte desse dinheiro decorre de uma pensão vitalícia que recebe, que deve andar em torno dos R$ 4 mil mensais, porque o “companheiro” se diz vítima da ditadura. Ficou um mês preso quando liderava greves. Foi muito bem tratado felizmente. E isso nem ele nega.
Nunca deixou, à época, de receber salário do sindicato; depois, contou com a remuneração regular do PT. O prejuízo que ele teve foi tal e tanto, que acabou virando presidente de partido político e depois presidente da República.
Uma vez no topo do poder, instituiu um teto para as aposentadorias bem inferior à sua própria.
O candidato dos pobres, como diz o Financial Times, é bem mais rico do que o suposto candidato dos ricos: o tucano Geraldo Alckmin tem um patrimônio que soma R$ 691.698,99, contra R$ 554.458,48 em 2002, uma evolução que, como dizer?, normal.
Não só pela carreira, mas também pelos bens declarados, Lula é certamente o metalúrgico mais bem sucedido daquela geração do ABC paulista. Afinal, as greves que liderou e que o ajudaram a ser o que é jamais lhe trouxeram qualquer prejuízo pessoal — muito ao contrário.
Se formos considerar a família nuclear Lula da Silva, aí, então, o salto é mesmo astronômico, sideral. Lulinha, o dono da Gamecorp, é sócio de uma empresa que recebeu, só de injeção de capital, R$ 5 milhões da Telemar.
E outro tanto veio na forma de publicidade. Este notável empreendedor, que chegou a ser monitor de jardim zoológico, é um exemplo da força do capitalismo brasileiro e da mobilidade social que ele proporciona. Já aluga boa parte do tempo de um canal de televisão. Competente como é, não duvido que o compre em breve.
Se Lula for reeleito, no ritmo em que vai, deixará o poder em 2010 (vai mesmo?) literalmente milionário. Se dobrar os seus bens de novo, terá, então, quase R$ 1,7 milhão.
Um prodígio. Se um dia deixar o poder, pode ser consultor de uma dessas empresas de gestão de patrimônio.

blogdoreinaldoazevedo.blogspot.com (o que os PeTistas diriam disto?)

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home