quinta-feira, julho 06, 2006

9) Comentário à matéria do Financial Times...

Financial Times: matéria certa sobre os erros
Blog de Reinaldo Azevedo

O jornal britânico Financial Times traz uma reportagem sobre a disputa eleitoral no Brasil e conclui que, a despeito das diferenças, o tucano Geraldo Alckmin e o petista Luiz Inácio Lula da Silva têm programas iguais.
O texto é assinado por Jonathan Wheatley e traz aquelas oposições que fazem a diversão dos estrangeiros e conferem ao país um certo ar de exotismo. Lembra a origem sindical de Lula e a sua condição de imigrante.
É tratado como um “homem do povo, carismático, cuja força se sustenta nas pessoas mais pobres e de menos escolaridade, que são a maioria no Brasil”. Já o candidato tucano, lembra o jornal, é um médico, que costuma “usar camisa sem paletó, gravata, com mangas arregaçadas”.
Ele é, observa o jornal, “o emblema do administrador”, e sua força maior está entre os de maior escolaridade. Para saber das prioridades de Lula, o FT ouviu o assessor especial Marco Aurélio Garcia, segundo quem Lula quer “a inclusão social por meio da criação de empregos, o desenvolvimento sustentado com estabilidade e investimento em infra-estrutura.”. Ele também afirmou que a reforma política é prioridade, bem como avanço na educação, especialmente em ciência e tecnologia.
Sobre o programa do tucano, o FT falou José Carlos Meirelles: “Um vigoroso programa voltado para o ensino primário, mais investimento em ciência e tecnologia e crescimento econômico por intermédio de investimento em infra-estrutura; reforma política, redução da burocracia e diminuição de gastos do governo”.
Vocês entenderam por que os estrangeiros não entendem o Brasil e não entendem Lula? Para consumo externo, as linhas gerais do programa de um sujeito que ainda se diz simpático ao socialismo não diferem das do opositor, que seu partido classifica de neoliberal.
O próprio jornal observa que o governo Lula usou dos mesmos instrumentos do governo anterior, especialmente os da política monetária, para manter a estabilidade. E conclui que os dois são iguais. Meirelles chega a dizer que o governo Lula tem algumas boas idéias, mas falha no gerenciamento...
Gerenciamento? Sim, aquela história de camisa, mangas arregaçadas.
Sobre o caráter autoritário do PT, o jornal não escreve uma miserável linha. E é provável também que nada lhe tenha sido dito.

Neste link.

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home